Memórias: Uma tarde de domingo.

Domingo é um excelente dia para se recuperar “coisas”. Sim, minha gente, em todos os níveis. Vejam só o que me ocorreu: eu estava deitado na rede ouvindo as músicas que selecionei para o celular, quando começou a tocar uma maravilhosa canção. Era “My one and only love”, de John Coltrane e Johnny Hartmann, uma melodia de altíssima qualidade e cuja letra é uma verdadeira obra-prima. Meus Deus do Céu, o que é isso?!

Ao terminar a canção, emocionado, eu me lembrei de que já ouvira outra interpretação, na voz rouca e cativante de Sting. Lembrei até que a música fora usada na trilha sonora do filme “Despedida em Las Vegas”, um fortíssimo filme de Mike Figgis que contou com duas extraordinárias participações: Nicolas Cage (resgatando o antigo “bad boy” de “O selvagem da motocicleta”) e a lindíssima Elisabeth Shue, em estado de graça…

Tudo isso me veio à cabeça na sequência dos pensamentos, movidos, talvez, pelo asfixiante enredo do filme. Porquanto ele é a verdadeira crônica da morte anunciada. E, convenhamos, deve ser compreendido por todos nós com respeito e solidariedade à dor alheia, ainda que conduzida de forma equivocada.

Por fim, lembrei também que o amigo Cassio Moura​ tocou esta mesma melodia, de modo arrebatador, em uma das aulas do Curso de Jazz. Foi quando eu percebi que a maior idade tem lá os seus encantos e vantagens: o apuro e o bom-gosto! Digo isso porque eu conheço Cássio Moura há vinte anos e sempre o considerei craque de primeira grandeza. Um verdadeiro virtuose! O melhor de tudo é que eu pude apreciar o progresso dele. Ao ouvir a interpretação que empresta à canção, fiquei rendido ainda mais ao talento de Cássio. Tocou a melodia de modo suave e intimista, como convém.

Enquanto isso, a voz de Sting penetrava em minha alma e, lentamente, soltava mais algumas amarras…

“Só de pensar em você

Meu coração começa a cantar

Como uma brisa de abril

Nas asas da primavera

E você aparece com todo o seu esplendor

Meu único e verdadeiro amor

 

As sombras caem

E espalham o seu charme místico

No silêncio da noite

Enquanto você está em meus braços

Eu sinto seus lábios tão quentes e suaves

Meu único e verdadeiro amor

 

O toque de suas mãos é como o paraíso

O paraíso que eu nunca conhecera

O corar das suas bochechas

Sempre que eu falar

Diga que você é minha…”

https://www.youtube.com/watch?v=alhpdv-YMWw&feature=youtu.be