Disco: CD “Someday My Prince Will Come”, com Miles Davis.

Era o início dos anos 60 e eu tinha apenas 10 anos. Nunca imaginaria que o sonho de minha irmã mais velha – “Algum dia meu príncipe chegará!” – fosse o tema do disco de Miles Davis. Como eu saberia que um “sonho” pode ser tocado? De fato, pode! Não por qualquer um, tampouco por qualquer instrumento. Somente por ele. Somente pelos lábios “mágicos” de Miles Davis.

A música de Miles foi como a sua vida: estranha, conturbada e contraditória. Mas, antes de tudo, extraordinária. Lá, isso sim!

Seguramente, ele foi o músico mais reverenciado da história do jazz. O mais criativo e o mais “abusado” também, pois até de costas ele já tocou para plateias atônitas. É verdade… ele foi muitas vezes malcriado e irreverente. Mas, sempre impecável. Miles Davis era assim!

“Someday my prince will come” é o nome do disco e da primeira faixa. É uma verdadeira obra-prima, com direito a participação de Coltrane. Seguem-se “Old Folks”, “Drad-Dog”, “Teo” e o fantástico “hit”, “I thought about you”.

Em sua fase final, Miles Davis fez incursões em outros ritmos. Quem sabe, fosse apenas uma busca por algo mais!? Algo que desse algum sentido à sua vida, que lentamente se esvaía. Um triste momento, devemos reconhecer, para aquele que só merecia aplausos…

https://www.youtube.com/watch?v=kTo9-m1CUZM

MilesDavis_Someday

Publicado por

Carlos Holbein

Professor de química por formação ou "sina" e escritor por "vocação" ou insistência...