Disco: CD “The Tony Bennett / Bill Evans Album”.

Eu tenho uma amiga que adora vocalistas. Até aí, estamos empatados. Eu também gosto. Mas, o diabo é que ela só ouve pagode. Olha, minha gente, pelo amor de Deus, eu não tenho nada contra os “pagodeiros”. É que, simplesmente, não faz o meu estilo de música. Não me “transporta”! Além disso, soa tudo igual…

No entanto, a verdade é que o universo gosta de conspirar e adora “aprontar alguma” com a gente. Não é que um dia, às vésperas de um Natal, eu tirei o nome dela em um “amigo-secreto”, cujo presente deveria ser um CD. “Céus, estou em apuros”, pensei. “Como é que eu saio dessa enrascada, meu Padim Padre Ciço?!”

Em pânico, fui para casa já pensando em desistir. Acabei entrando numa loja de discos, no shopping do bairro. Varri todas as prateleiras e após algumas horas, bati os olhos nesse CD do Tony Bennet e Bill Evans. Caraca.. será que vai dar certo, pensei?!

Bem, decidi levar o disco, embora com muito temor. Mas, para minha surpresa… não é que ela adorou?! Falou-me maravilhas do disco. Aí, acabei me convencendo e comprei outro igual para mim. Agora, tenho que confessar: é simplesmente lindo! Ouçam “My foolish heart” ou “Days of wine and roses” e, certamente, concordarão comigo. Coisa linda!
Como nem tudo são flores, o único “probleminha” é que ela também tirou o meu nome no “amigo-oculto”… Adivinhem qual foi o disco que eu ganhei?! Argh… pagode!! Estou doando ao primeiro interessado que aparecer… alguém se habilita?!

https://www.youtube.com/watch?v=nAxGfEaUoXE

Bennett_Evans

Publicado por

Carlos Holbein

Professor de química por formação ou "sina" e escritor por "vocação" ou insistência...