Disco: CD “Getz / Gilberto”, com Stan Getz e João Gilberto.

“Olha que coisa mais linda / mais cheia de graça / É ela menina / que vem e que passa / num doce balanço / a caminho do mar…”. Ah, minha gente, ao escutarmos esses versos do nosso poetinha, convenhamos, nem é preciso dizer mais nada! Eis aí a síntese da nossa brasilidade. Para nós, evidentemente, talvez seja a melodia brasileira mais importante no mundo. E nem mesmo o indefectível “Parabéns pra você” mereceria mais destaque! Além disso, a extraordinária melodia de Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim adquiriu uma versão “definitiva” na suavidade da voz intimista de João Gilberto, amparada no talento de Stan Getz. Minha nossa! Eta, disquinho que nos enche de orgulho. Antológico. Obrigatório, eu diria!
De quebra, ainda tem a participação de Astrud Gilberto em estado de graça, além de Milton Banana na bateria. Quer mais?! Tem o maestro Tom Jobim no piano! Ufa! Quem pode querer mais?
Com isso, só me resta dizer: quem não gostar do disco, “bom sujeito não é. É ruim da cabeça ou doente do pé!”. Saravá, meu povo!

 

StanGetz_JoaoGilberto