Jazz: CD “You gotta pay the band”, com Abbey Lincoln.

A voz é um tanto rouca, quase displicente. E sem muito alarde, lentamente ela penetra em nossa alma, envolvendo-nos com uma intimidade permitida apenas àquelas pessoas especiais. Assim pode ser descrita a fabulosa Abbey Lincoln.

Aqui, neste disco, ela aparece acompanhada por Stan Getz, outro grande mestre do jazz. Está, também, ao lado do velho e bom Hank Jones no piano, do talentoso Charlie Haden no contrabaixo, Mark Johnson na bateria e de Maxine Roach na viola. Ou seja, só nego bamba!

“Bird Alone” é abertura para ninguém botar defeito. A letra e a melodia são da própria Abbey. Por sinal, eu considero impecável a cumplicidade alcançada com Stan Getz nessa faixa. Meus Deus, que sinergia!

Já em “When I´m called home”, ocorre algo bem interessante. Vejam vocês: até o momento do solo de Getz, nós sentimos uma Abbey tímida, quase contida. Mas, logo a seguir, explode toda a sua emoção. Coisa linda!

“Summer wishes, winter dreams” tem a atmosfera daquelas tristes das canções de Billie, de quem Abbey é fã incondicional. Inclusive, ela já gravou dois discos só com as canções de Billie. Vale a pena conferir.

Para fechar de forma triunfal, Abbey escolheu “A time for love”, onde consegue derramar toda a dramaticidade da canção. Emoção pura… Só ouvindo!

https://www.youtube.com/watch?v=f4oM5oh6-kk

Abbey Lincoln

Publicado por

Carlos Holbein

Professor de química por formação ou "sina" e escritor por "vocação" ou insistência...